Veja o que funciona e o que não funciona na região nesta segunda-feira por causa da paralisação dos caminhoneiros

Aulas estão suspensas na rede municipal de Rio Claro e nos campi da UFSCar; ônibus de transporte urbano irão ter horários especiais em Rio Claro e Porto Ferreira.

Publicado em 27/05/2018 17:15:30 | Por: G1 São Carlos e Araraquara

Veja o que funciona e o que não funciona na região nesta segunda-feira por causa da paralisação dos caminhoneiros
Transporte coletivo de Porto Ferreira operará em horários especiais - DIVULGAÇÃO

Devido a falta de combustíveis causada pela paralisação dos caminhoneiros, prefeituras e hospitais da região estão suspendendo alguns serviços. O transporte urbano também será alterado em várias cidades. Veja o que funciona e que não funciona nesta segunda-feira (28):

Rio Claro

A Prefeitura de Rio Claro (SP) decretou situação de emergência preventiva e suspendeu a maior parte dos serviços urbanos.

Educação: nas escolas e creches da rede municipal as aulas estão suspensas durante toda a semana.

Segundo o secretário municipal da Educação, Adriano Moreira o abastecimento de carne, hortifrutigranjeiros e outros itens da merenda escolar não aconteceu de maneira regular na última semana e a falta de combustível já começou a impossibilitar o transporte integral de alunos. “Além disto, com a continuação da greve, também os professores e funcionários começam a ter dificuldades para chegar no local de trabalho e não podemos correr o risco de receber as crianças, especialmente os bebês, sem ter quem cuide delas”, explicou o secretário.

A rede pública municipal de ensino de Rio Claro tem 64 unidades e aproximadamente 19 mil alunos, sendo metade deles na faixa etária de 0 a 5 anos.

Serviços públicos: terão expediente reduzido, atendendo das 7h30 às 13h30, exceto os serviços de urgência e emergência da saúde, segurança, abastecimento de água e Defesa Civil.

 
Transporte urbano de Rio Claro irá ter horário especial para economizar combustível (Foto: Prefeitura de Rio Claro/Divulgação)

Transporte urbano de Rio Claro irá ter horário especial para economizar combustível (Foto: Prefeitura de Rio Claro/Divulgação)

Transporte público: os ônibus irão funcionar normalmente nos horários de pico. Nos demais horários, a circulação será reduzida. Dessa forma, a circulação será normal entre 6 e 8 horas; entre 11h30 e 13h30; e entre 17 e 20 horas. Já a circulação reduzida será das 8 às 11h30; das 13h30 às 17 horas; e das 20 às 22 horas, sendo que depois deste horário não haverá ônibus.

Em situações normais 37 ônibus circulam no atendimento aos passageiros das 27 linhas do município. Durante o horário reduzido serão 20 ônibus rodando na cidade. Os horários podem ser consultados pelo telefone 3533-3313.

Araraquara

Transporte urbano: A frota de ônibus foi reduzida em 10% fora do horário de pico como medida para economizar combustível.

Serviços públicos: a prefeitura proibiu a coleta de qualquer tipo de entulho nas ruas.

 
Santa Casa Araraquara (Foto: Reprodução EPTV)

Santa Casa Araraquara (Foto: Reprodução EPTV)

Saúde: a Santa Casa cancelou as cirurgias eletivas (aquelas que não são de urgência e podem ser remarcadas).

Abastecimento: a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) de Araraquara, que abastece São Carlos, Ibaté, Matão (SP) e outras cidades da região, não recebe produtos desde quinta-feira (24).

Araras

Transporte urbano: o Transporte Coletivo de Araras (TCA) começou uma operação para economizar diesel. A frota opera com 70% dos veículos.

Serviços públicos: a Prefeitura de Araras informou que todos os serviços públicos, inclusive as aulas na rede municipal, funcionam normalmente. O único serviço que não será prestado é o recolhimento de entulho.

Brotas

Saúde: a Secretaria de Saúde está limitando o uso das ambulâncias. Só estão sendo atendidos casos de urgência e emergência, como de pacientes que precisam ser transferidos para outras cidades e aqueles que precisam ser transportados de maca. A medida vale até o fim das manifestações.

Conchal

Coleta de lixo: poderá sofrer atrasos e eventual paralisação. A Divisão de Meio Ambiente de Conchal recomenda que a população colabore no descarte consciente de recicláveis para reduzir ao máximo os rejeitos que irão para os aterros.

Mococa

Serviços públicos: a Prefeitura de Mococa informou que o transporte de pacientes, a coleta de lixo, e as aulas ocorrerão normalmente

Pirassununga

A prefeitura decretou estado de emergência, com objetivo de garantir o abastecimento de combustível dos serviços essenciais: Guarda Municipal, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, ambulâncias, coleta de lixo e transporte escolar.

Porto Ferreira

Transporte urbano: os ônibus irão circular em horário especial, das 6h às 14h, das 17h às 19h e das 22h às 23h. Esses horários deverão se repetir na terça-feira, mas a prefeitura pretende fazer uma avaliação nesta segunda-feira.

Santa Rita do Passa Quatro

Educação: a prefeitura informou que o transporte escolar está suspenso na cidade e na zona rural.

São Carlos

Transporte urbano: a frota da Suzantur irá operar normalmente nesta segunda-feira.

 
Universidade Federal de São Carlos (UFScar) (Foto: Reprodução/ EPTV)

Universidade Federal de São Carlos (UFScar) (Foto: Reprodução/ EPTV)

Universidades: A UFSCar suspendeu as aulas no campus. O Centro Universitário Central Paulista (Unicep) cancelou as aulas nos dois períodos, inclusive as atividades clínicas da instituição. As aulas na USP ocorrem normalmente.

Saúde: a Santa Casa cancelou as cirurgias eletivas (aquelas que não são de urgência e podem ser remarcadas).

A remoção de pacientes realizada pela Secretaria da Saúde para outros municípios está suspensa. O abastecimento será mantido apenas para os serviços emergências como Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Corpo de Bombeiros.

Serviços públicos: a operação tapa-buraco está suspensa por falta do recebimento de massa asfáltica em virtude da falta de combustível.

São João da Boa Vista

Transporte público: a empresa Rápido Sumaré alterou a grade de horários e reduziu a circulação de ônibus até que a situação volte à normalidade.

Tapiratiba

Abastecimento: falta gás nas distribuidoras porque as cargas de botijões estão bloqueadas na paralisação.

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 137