Porto Ferreira cresce 064% em um ano e tem atualmente 55.787 habitantes, diz IBGE

.Divinolândia e São Sebastião da Grama tiveram a maior redução no número de habitantes. Confira a população atual de todas as cidades da região

Publicado em 31/08/2018 17:08:19 | Por: G1 São Carlos e Araraquara

Porto Ferreira cresce 064% em um ano e tem atualmente 55.787 habitantes, diz IBGE
Porto Ferreira é a décima cidade em população da Região Centra - divulgação

 

 
 
 
Santa Gertrudes tem crescimento populacional de 2,98%, aponta IBGE

Santa Gertrudes tem crescimento populacional de 2,98%, aponta IBGE

 

Santa Gertrudes e Nova Europa (SP) foram os municípios que tiveram o maior crescimento populacional no último ano na região, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou, nesta quarta-feira (29), as estimativas das populações dos 5.570 municípios brasileiros.

População

Santa Gertrudes teve um acréscimo populacional de 766 habitantes entre julho de 2017 e julho de 2018, o que corresponde a um aumento de 2,99%. A taxa média de crescimento populacional no Brasil foi de 0,82% entre 2017 e 2018.

Muitas se mudaram para a cidade em busca de emprego, já que ela faz parte do polo ceramista que abriga indústrias do setor de revestimentos.

 
A cidade de Santa Gertrudes teve maior crescimento populacional da região (Foto: Reprodução/EPTV)

A cidade de Santa Gertrudes teve maior crescimento populacional da região (Foto: Reprodução/EPTV)

Já em Nova Europa há 258 pessoas a mais do que no ano passado, o que significa um acréscimo populacional de 2,40%.

Na outra ponta da tabela, os municípios que perderam população, Divinolândia (SP) está na frente com uma perda populacional de -1,54% (menos 176 habitantes) e São Sebastião da Grama (SP) com -0,91% (112 habitantes a menos).

Perfil da região

A população da região de cobertura da EPTV Central, que abrange 42 cidades, aumentou em 17.249 pessoas, segundo a estimativa do IBGE. O número representa um crescimento de 0,91% em um ano. Com isso, o número de habitantes superou 1,9 milhões de pessoas.

 
 
São Carlos é a cidade da região com maior número de habitantes (Foto:  O-Drone)

São Carlos é a cidade da região com maior número de habitantes (Foto: O-Drone)

Entre os 42 municípios, 31 tiveram crescimento de população, um ficou estável e 10 tiveram redução (veja tabela).

A região tem cinco municípios com mais de 100 mil habitantes (São Carlos, Araraquara, Rio Claro, Araras e Leme) e nove municípios com menos de 10 mil habitantes. O menor município é Trabiju, com apenas 1.709 habitantes.

Ranking populacional

Município Nº habitantes (2018) Alteração populacional (em relação a 2017)
1º São Carlos 249.415 1,35%
2º Araraquara 233.744 1,28%
3º Rio Claro 204.797 0,91%
4º Araras 132.934 1,26%
5º Leme 102.412 1,21%
6º São João da Boa Vista 90.637 0,61%
7º Matão 82.702 0,47%
8º Pirassununga 75.930 0,60%
9º Mococa 68.788 -0,30%
10º Porto Ferreira 55.787 0,64%
11º São José do Rio Pardo 54.763 0,05%
12º Vargem Grande do Sul 42.573 0,62%
13º Américo Brasiliense 39.962 1,97%
14º Aguaí 35.954 1,25%
15º Ibaté 34.726 1,46%
16º Santa Cruz das Palmeiras 33.975 1,55%
17º Descalvado 33.520 0,52%
18º Casa Branca 30.237 0,31%
19º Conchal 27.820 0,96%
20º Santa Rita do Passa Quatro 27.514 -0,27%
21º Santa Gertrudes 26.403 2,99%
22º Brotas 24.163 1,28%
23º Tambaú 23.182 -036%
24º Caconde 18.961 -0,34%
25º Itirapina 17.922 1,90%
26º Boa Esperança do Sul 14.824 0,65%
27º Ribeirão Bonito 13.137 0,59%
28º Tapiratiba 12.970 -0,70%
29º São Sebastião da Grama 12.205 -0,91%
30º Divinolândia 11.208 -1,54%
31º Nova Europa 11.013 2,40%
32º Rincão 10.786 -0,34%
33º Dourado 8.868 -0,46%
34º Santa Lúcia 8.779 0,24%
35º Águas da Prata 8.137 1,53%
36º Itobi 7.830 -0,29%
37º Analândia 4.933 1,81%
38º Gavião Peixoto 4.762 0,48%
39º Motuca 4.720 0,95%
40º Santa Cruz da Conceição 4.461 1,18%
41º Corumbataí 4.047 -0,17%
42º Trabiju 1.709 1,06%

Método

As populações dos municípios foram estimadas por um procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios.

O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010). As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais municipais ocorridas após 2010.

 

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos.

Brasil

Estima-se que o Brasil tenha 208,5 milhões de habitantes. Pouco mais da metade da população brasileira (57,0% ou 118,9 milhões de habitantes) vive em apenas 5,7% dos municípios (317), que são aqueles com mais de 100 mil habitantes.

Os municípios com mais de 500 mil habitantes (46) concentram 31,2% da população do país (64,9 milhões de habitantes). Por outro lado, a maior parte dos municípios brasileiros (68,4%) possui até 20 mil habitantes e abriga apenas 15,4% da população do país (32,1 milhões de habitantes).

O município de São Paulo continua sendo o mais populoso do país, com 12,2 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,7 milhões de habitantes), Brasília e Salvador (cerca de 3,0 milhões de habitantes cada).

O município com menor população do Brasil é Serra da Saudade, em Minas Gerais com 786 habitantes.

No ranking dos estados, os três mais populosos estão na região Sudeste, enquanto os cinco menos populosos estão na região Norte. O líder é São Paulo, com 45,5 milhões de habitantes, concentrando 21,8% da população do país. Roraima é o estado menos populoso, com 576,6 mil habitantes (0,3% da população total).

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 135