Idosos usam Snapchat e contam em canal como era viver sem tecnologia

Duas amigas da UFSCar, de São Carlos (SP), decidiram criar o projeto. O '60 mais' tem conteúdo especial dedicado às pessoas da melhor idade.

Publicado em 10/07/2016 23:09:12 | Por: G1 São Carlos e Araraquara

Idosos usam Snapchat e contam em canal como era viver sem tecnologia
Vídeo mostra a idosa Mariz José utilizando as ferramentas do Snapchat pela primeira vez (Foto: Reprodução)

 

Meninas São Carlos (Foto: Carol Malandrino/G1)
Caroline (à esq.) e Patrícia tentam mostrar que
envelhecer não é ruim (Foto: Carol Malandrino/G1)

Moradora em São Carlos (SP), Patrícia Bet, de 21 anos, é estudante de gerontologia. A amiga Caroline Oliveira, de 24, é formada no mesmo curso e vive em Araraquara. Ambas decidiram dar vida ao canal após realizarem uma pesquisa em 2015 e criar junto a uma empresa um aplicativo que também tinha o objetivo de ajudar nos cuidados com os idosos.

No início deste ano, elas resolveram montar a página no YouTube. “O principal objetivo e tentar inserir o idoso no mundo digital e quebrar o estereótipo de que o envelhecimento é algo ruim. A diferença é que colocamos os próprios idosos para falar e então o canal fica com a cara deles”, relatou Caroline.

Dona Ivone São Carlos (Foto: Carol Malandrino/G1)
Ideia do canal é abordar temas descontraídos
sobre a melhor idade (Foto: Carol Malandrino/G1)

Primeiros vídeos
O primeiro vídeo foi publicado e maio com o título 'Como os idosos reagem às novas tecnologias'. Nele, a aposentada Mariz José, de 75 anos, testa vários aplicativos, como o Snapchat e o Angry Birds. "Uso um pouquinho o WhatsApp, o Facebook. Não sei fazer muito coisa, mas dá para se virar, estou aprendendo", diz a idosa no vídeo.

Em outra publicação, as meninas tiveram a ideia de deixar os idosos contar como era antigamente realizar tarefas simples do cotidiano, como lavar roupas, e também falar sobre os filmes da época. “Gerou muito comentários nas redes sociais. Os idosos reagem, comentam, e o público mais jovem, de 18 a 24 anos, também curte bastante”, disse Patrícia.

Novidades na rede
As jovens postam um novo material uma vez por semana. “Sair para filmar é o dia mais esperado, ficamos ansiosas. Fazemos isso toda semana, tem sido muito bom. Já fomos para Batatais e outras cidades da região", contaram as meninas, que ainda não têm patrocínio e bancam as viagens com o próprio dinheiro.

Próximo vídeo do canal deve mostrar sobre o envelhecimento saudável (Foto: Carol Malandrino/G1)
Próximo vídeo do canal vai abordar envelhecimento
de forma saudável (Foto: Carol Malandrino/G1)

Na última quinta-feira (7), elas visitaram o Centro de Referência ao Idoso Vera Lúcia Pila, na Vila Irene, em São Carlos, para gravar um vídeo sobre atividade física na terceira idade. Lá, encontraram a aposentada Ivone Pereira, de 85 anos, que pratica exercícios três vezes por semana.

A idosa contou que anda de ônibus e tem um cotidiano ativo. "Nada de ficar assistindo televisão ou dormindo", brincou a aposentada que trabalhou como costureira por 60 anos. Dona Ivone disse que o pouco de entende de internet aprendeu com a neta de 23 anos. "Achei a atitude dessas meninas maravilhosa", relatou.

A colega de ginástica Fátima Perioto, de 61 anos, também achou interessante a iniciativa do canal das meninas, mesmo que não utilize muito a internet. “Eu acho legal, a população precisa de exemplos e informação sobre a terceira idade”, disse.

Aula idosos São Carlos (Foto: Carol Malandrino/G1)
Vídeos do canal na internet são atualizados uma vez por semana (Foto: Carol Malandrino/G1)

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 145