Riscos de malabarismo nos semáforos é tema de requerimento

Presidente da Câmara, Gustavo Braga, fez mais quatro requerimentos solicitando informações

Publicado em 04/09/2019 20:49:32

Riscos de malabarismo nos semáforos é tema de requerimento
Gustavo Braga questiona sobre os riscos do malabarismo nos semáforos durante a sessão - divulgação

Riscos de malabarismo nos semáforos é tema de requerimento

Presidente da Câmara, Gustavo Braga, fez mais quatro requerimentos solicitando informações

Gustavo Braga questiona sobre os riscos do malabarismo nos semáforos durante a sessão

O presidente da Câmara, vereador Gustavo Braga (PTB), apresentou, na 31ª Sessão Ordinária, realizada na segunda-feira (02/09), cinco requerimentos solicitando informação dos órgãos do Executivo Municipal.

O primeiro requerimento, de número 315/2019, solicita informações referentes a queimadas irregulares em nosso município. Gustavo Braga explicou que observa constantemente moradores colocando fogo em mato.

“Por incrível que pareça alguém ali na região da zona leste, todo final de semana, quer colocar fogo em algum terreno, mesmo sabendo que o tempo está seco. Todo mundo falando na grande mídia sobre queimadas na Amazônia e as pessoas não têm consciência, continuam colocando fogo em terrenos”, declarou o presidente.

Gustavo Braga pretende, com seu requerimento, buscar informações com a Prefeitura se há campanhas para prevenção, como está a fiscalização e se há multas para quem coloca fogo. “Nós precisamos pegar um pouquinho pesado sobre esse assunto, aproveitando a grande mídia, aproveitando o embalo da Amazônia. Vamos tomar cuidado porque o que começa em um terreno, acaba indo para uma mata ciliar”, concluiu sobre o assunto.

O requerimento foi aprovado pela maioria dos vereadores constando a ausência do vereador Gideon dos Santos (PSD). Já o Requerimento nº 316/2019 solicita saber se existe promoção por ato de bravura no Estatuto da Guarda Civil Municipal e do Bombeiro Municipal.

A motivação para o requerimento veio de dois atos distintos ocorridos no município nos últimos 15 dias. “Primeiro o guarda municipal Bruzão, no qual eu fiz uma moção de aplauso aprovada por todos os senhores, que mesmo não estando no horário de serviço, parou o carro quando viu um incêndio em uma residência, arrebentou a porta e acabou salvando uma senhora com três netos que estavam trancados”, contou Gustavo Braga.

Já na semana passada, os bombeiros fizeram um parto. “Também saiu nas redes sociais, nos noticiários e isso é bacana. Nós sabemos que os bombeiros estão preparados para fazerem partos, têm lá os primeiros socorros”, declarou o presidente.

Sobre este requerimento, Gustavo Braga busca saber se há a possibilidade desses atos heroicos serem recompensados com gratificações. “Não estou falando em promoção, pois o quadro é pequeno e se for promover cada ato de bravura, logo todos estarão promovidos. Estamos falando em gratificação e não só o reconhecimento público.”

Essa gratificação, segundo o vereador, não precisa ser necessariamente financeira, podendo ser 10 dias de férias.  “Nós podemos dar algum tipo de gratificação ou bonificação, um reconhecimento a mais para quem faz um ato de bravura, que salva vidas”, finalizou Gustavo Braga.

Esse requerimento foi aprovado pela maioria dos vereadores e também teve a ausência do vereador Gideon dos Santos. Outro requerimento do presidente da Câmara que compôs a pauta, foi o de número 317/2019.

Nesse requerimento são solicitadas informações sobre uma lombada existente no cruzamento da rua Mathias Cardoso com a rua 29 de Julho. “Eu pedi a construção dessa lombada logo no início do mandato e fui até criticado por algumas pessoas, mas ali era terrível, principalmente por volta das 17, 18 horas”, ressaltou Gustavo Braga.

Enquanto a ponte do Rio Santa Rosa não for construída, para o presidente, ali é um ponto em que converge diversos trabalhadores. “Quem trabalha na Margirius, no polo cerâmico, na Batrol vem aqui no Sempre Vale Supermercados ou para continuar na Mathias Cardoso ou para ir para a 29 de julho sentido Salgueiro e zona leste.”

Segundo Gustavo Braga, a lombada melhorou o trânsito da região. “Agora com a colocação de um semáforo, na minha opinião tem que ser colocado e não só ali como em alguns outros pontos também, pergunto como vai ficar o estacionamento do supermercado”, indagou.

O semáforo será colocado a uma pequena distância da entrada do estacionamento. “Nós já estamos pedindo antes algumas atitudes para depois não falar que a Prefeitura está fechando a entrada do estabelecimento comercial. Acho que tem que ter um bom senso, além de ser necessário retirar a lombada após a instalação do semáforo”, completou sobre o requerimento aprovado pela maioria dos vereadores com a ausência de Gideon do Santos.

Outro requerimento feito pelo presidente da Câmara, Requerimento nº 318/2019, solicita informações a respeito das reclamações/notificações da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Porto Ferreira em relação aos serviços prestados pelas empresas fiscalizadas pela referida agência, sendo aprovado por unanimidade entre os vereadores.

O último requerimento de autoria de Gustavo Braga na sessão, Requerimento nº 324/2019, objetiva saber se o Executivo Municipal tem feito fiscalizações e ações para coibir a presença de pessoas amadoras que ficam fazendo “espetáculos circenses” nos semáforos da cidade.

Ele relatou ter observado, em diversas oportunidades, pessoas fazendo malabarismo nos semáforos. “Nada contra querer ganhar seu troco no semáforo, se a pessoa quiser colaborar, mas está virando casa da Maria Joana.”

O presidente da Câmara disse ter visto uma moça com três facões fazendo malabarismo. “Parabéns para eles por fazerem seu trabalho, tentar ganhar o seu dinheiro honestamente. Não estão roubando, está precisando, vai lá e dá um jeito de ganhar seu dinheirinho”, apontou.

Mas, segundo o vereador, está virando uma bagunça. “Tem gente vindo de mototáxi para parar na esquina, fazer o ponto pra ganhar dinheiro, aí já não está precisando tanto.  Agora com três facões, uma menina com três facões no meio dos carros jogando para alto, fazendo malabarismo. Daqui pouco cai no chão”, continuou indignado.

Gustavo Braga disse que irá enviar o requerimento para a Polícia Militar, para a Guarda Municipal e para o setor de fiscalização da Prefeitura. “Porque nós não podemos deixar, antes que aconteça um acidente mais grave, a própria moça corre um risco sério de acontecer um acidente na frente de uma criança que está dentro de um carro e essa criança ficar traumatizada”, finalizou.

O requerimento foi aprovado pela maioria dos vereadores, constando a ausência do vereador Alan João (PSB). Todas as matérias serão encaminhadas para as autoridades do Executivo Municipal responder.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 165