Pesquisa da POP FM mostra Newton Lima e Parrella empatados em primeiro na corrida para a sucessão de 2020

A pesquisa foi devidamente registrada e foi realizada pela empresa Paulista Júnior Projetos e Consultoria, ligada à UNESP de Araraquara. O levantamento ouviu 405 pessoas dos vários bairros da cidade.

Publicado em 04/10/2019 08:59:08

Pesquisa da POP FM mostra Newton Lima e Parrella empatados em primeiro na corrida para a sucessão de 2020

 

Marco Rogério

A pesquisa eleitoral realizada pela emissora de rádio POP FM e divulgada na manhã desta sexta-feira, 4 de outubro, a exatamente um ano das eleições municipais do próximo ano, mostra que o ex-prefeito Newton Lima (PT) e o atual prefeito de Ibaté, Zé Parrella (PSDB), em destaque na corrida eleitoral. Newton aparece em primeiro lugar, com 24,69%, seguido de perto por Parrella com 21,23% das intenções de voto.

O atual prefeito Airton Garcia (PSB) tem 15,80% das intenções de voto, aparecendo em terceiro lugar. O advogado Neto Donatto (PSDB) aparece em quarto lugar com 8,40%. Em quinto surge o atual vereador Leandro Guerreiro (PSB), com  8,15%. O ex-deputado Lobbe Neto (PSDB) aparece com 7,41%.

Em sétimo lugar a pesquisa mostra o vereador Júlio César (DEM). O pré-candidato do PSOL, Djalma Nery, tem 4,20% das intenções de voto. O atual secretário de Esportes, Edson Ferraz (PSB) tem 0,99% das intenções de voto, o ex-prefeito Dagnone de Melo (PSD) tem 0,25% das intenções e outros aparece com 0,25%. Apenas 1,73% dos eleitores disseram que anularia o voto.

REJEIÇÃO - A maior rejeição é do atual prefeito Airton Garcia, com 37,28%. A segunda maior rejeição, de acordoc com a pesquisa é de Leandro Guerreiro, com 8,15%. Em terceiro vem Newton Lima, com 12,84%. Lobbe Neto é rejeito por 9,14% dos elietores, Júlio C´sear por 6,17%, Zé Parrella por 5,19% e Newto Donato por apenas 3,21%. 

PRIORIDADES - Os eleitores ouvidos pela POP também elegeram as prioridades para a próxima gestão. A Saúde aparece em primeiro lugar, com 56,05%, seguido da Educação, com 23,70%, da Segurança, com 8,40% e da Economia, com 4,94%. 

A pesquisa foi devidamente registrada e foi realizada pela empresa Paulista Júnior Projetos e Consultoria, ligada à UNESP de Araraquara. O levantamento ouviu 405 pessoas dos vários bairros da cidade.

 

Fotos

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 167