Médico da linha de frente morre de novo coronavírus em Itirapina

Ele foi internado com a doença em 10 de janeiro, sendo transferido para a UTI no dia 13, falecendo na madrugada desta quarta-feira (27)

Publicado em 27/01/2021 21:01:27 | Por: PORTAL JORNAL PRIMEIRA PÁGINA

 Médico da linha de frente morre de novo coronavírus em Itirapina

“Nessa guerra contra a Covid-19, Itirapina perdeu um médico que estava na frente de batalha”, iniciou uma nota de pesar, publicada na manhã de ontem (27), na página oficial do Facebook da Prefeitura de Itirapina, ao informar o falecimento do clínico geral Dr. Dario de Faria, aos 59 anos, plantonista no Hospital Municipal São José desde 20 de setembro de 2013, local em que exercia a medicina com comprometimento e amor.

“Mais que a perda de um profissional, nós lamentamos a partida precoce de um ser humano que estava nessa luta servindo ao próximo, com esforço e dedicação”, continuou a nota. “Por reconhecer seu exemplo e compromisso com a vida, que a Prefeitura de Itirapina expressa seu pesar e solidariedade aos familiares e amigos do Dr. Dario de Faria. Não há palavras que possam amenizar a dor, mas rogamos a Deus que os conforte e traga o consolo.”

MENSAGENS – O médico era morador de Rio das Pedras -SP e recentemente, além de Itirapina, atuava também em Campinas-SP.  A reportagem apurou que em 10 de janeiro foi internado e no dia 13, pouco antes de ser transferido para uma unidade de terapia intensiva (UTI) em São Paulo, ainda consciente e preocupado em não poder trabalhar, enviou mensagem via WatsApp à gerente do Hospital Municipal São José, enfermeira Fernanda Suzi, afirmando que “se voltasse, levaria os atestados …”.

De acordo com Fernanda, ele era religioso e sempre que estava nos plantões dava conselhos aos colegas, promovendo esperança e conforto diante da batalha diária que os profissionais da Saúde enfrentam contra o novo coronavírus. “Nós, da família Hospital São José, estamos tristes. Não conseguimos ainda acreditar que ele, um exemplo de profissional, homem humano, temente a Deus, nos deixou assim. Que Deus o receba de braços abertos e conforte o coração dos familiares”, disse a enfermeira, visivelmente consternada.

COMOÇÃO – Na rede social Facebook, colegas de trabalho, pacientes, amigos e conhecidos também lamentaram a morte do profissional da Saúde.  Entre eles, a médica Dra. Andrea Côgo Nais, a primeira profissional da Saúde a ser imunizada com a vacina Coronavac no município. “Hoje perdi um parceiro de plantão de longos anos de jornada para a Covid, mais um médico da linha de frente que deu a vida dele na luta contra o inimigo invisível e desconhecido”, postou ela.  “É nessas horas que nos dá muita revolta e tristeza ao ver pessoas sem o mínimo de preocupação em festas, bares, baladas, forrós, e levam a conta para outros pagarem”, desabafou a médica.

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 192