Major da Polícia Militar é afastado após acusação de assédio sexual dos próprios filhos

Caso ocorreu em São Carlos; oficial da PM nega as acusações e alega "rebeldia" de filhos adolescentes

Publicado em 05/07/2020 16:57:42

Major da Polícia Militar é afastado após acusação de assédio sexual dos próprios filhos

Um major da Polícia Militar de São Carlos foi afastado neste sábado,  após uma denúncia de abuso sexual  feita pelos seus dois filhos, sendo um adolescente de 13 anos e a irmã de 19 anos.

O Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Seccional de São Carlos narra os fartos que serão  investigados pelo Ministério Pùblico. O promotor da Infância e Juventude do município, Dr. Mário José Correa, confirmou à imprensa  que um inquérito foi aberto e que as investigações irão apurar os fatos.

Representantes do Conselho Tutelar esteviveram na manhã deste sábado  na casa do oficial da PM para recolher dois de seus filhos, que agora estão sob os cuidados do município e devem passar por avaliação psicológica.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo informou que recebeu a denúncia contra o militar e imediatamente ele teria sido afastado de suas funções. Foi designado, inclusive, um novo comandante para o batalhão que ele comandava.

 

OUTRO LADO – O major acusado pelos próprios filhos nega as acusações.. De acordo com o major, o filho adolescente estaria "rebelde de tudo, não quer seguir regras e para sair de casa inventou história, da mesma forma que a irmã mais velha fez quando queria sair de casa", alegou ele.

O major da PM também afirmou que houve excesso na atuação do conselho tutelar, que por sua vez, afirma que seguiu todos os procedimentos recomendados.   Segundo Ariane Quirino, conselheira tutelar plantonista, a própria Polícia Militar, a Guarda Municipal e a SSP acompanharam a busca de dois filhos do major.  O Conselho Tutelar negou o “excesso”.

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 182