DEPOIS DE 28 ANOS - Altomani descarta concorrer às eleições de 2020

Ex-prefeito afirma que se o povo de São Carlos tiver 10 watts de lucidez o PT nunca mais governará São Carlos e culpa o petista Newton Lima pelo rombo financeiro que herdou

Publicado em 19/11/2019 08:06:00

DEPOIS DE 28 ANOS -  Altomani descarta concorrer às eleições de 2020
Paulo Altomani: “Paguei R$ 180 milhões de dívidas, sendo o prefeito que mais pagou débitos na história”

Marco Rogério 

Pela primeira vez em 28 anos, em 2020 o empresário Paulo Altomani estará fora das eleições municipais. Ele concorreu à Prefeitura de São Carlos em 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016. Destas sete disputas ele venceu apenas a de 2012 e governou a cidade de 2013 a 2016. “Desta vez, depois de muitos anos meu nome estará fora da disputa eleitoral”, confirma Altomani. Segundo ele não há menor possiblidade de ele concorrer à sucessão do prefeito Airton Garcia e muito menos ao cargo de vereador.

Depois de mais de duas décadas no PSDB, Altomani deixou o ninho tucano e assumiu a presidência do Democratas, que está repassando para seu ex-vice-prefeito e amigo fiel até hoje, Claudio Di Salvo. Depois de deixar a direção da Engemasa, Altomani atua como consultor empresarial. “Estou transferindo meu conhecimento adquirido ao longo do tempo para empreendedores”, comenta.

Altomani afirma que foi o prefeito que mais pagou dívidas em São Carlos, pagando R$ 180 milhões de débitos, e se considera injustiçado pelos vereadores que votaram pela rejeição de suas contas na Câmara Municipal este ano. Tal postura do Legislativo deixou Altomani com um pé atrás com vários vereadores, entre eles tucanos, dificultando o apoio do DEM à candidatura de Neto Donato (PSDB). “Embora o Neto seja um bom menino. Alguns vereadores se amedrontaram, se acovardaram no julgamento das minhas contas. Agradeço, por outro lado os dez vereadores que reconheceram os problemas que minha gestão enfrentou”.

Ele cita conquistas de sua gestão, como a Serasa Experian , que gera R$ 5 milhões por mês de ISS para a Prefeitura, a implantação do AME, a internacionalização do Aeroporto. “Fizemos 83 obras e 26 mil cirurgias eletivas. Fizemos um governo para gente, para o ser humano”.

Sobre o atual governo municipal, ele reconhece que está fazendo importantes obras de recapeamento asfáltico e torce para que dê certo. Sobre as críticas que lhes foram imputadas por Airton Garcia, ele diz que nada tem a declarar. Ele também se negou a dar uma nota para Airton. “Quem sou eu para ser o juiz do atual prefeito? Eu também fui prefeito por quatro anos e achava que tinha feito um excelente governo, mas fiquei apenas em quarto lugar na corrida eleitoral.  O melhor juiz é o eleitor, que avaliará se ele foi bom ou não”, conclui ele.

Com relação a uma possível vitória de Newton Lima nas eleições do próximo ano, ele ressalta que seria  um retrocesso. “Se o povo de São Carlos tiver 10 watts numa lâmpada de lucidez, nunca mais o PT governa São Carlos. O estrago que eles fizeram deixando os rombos contidos numa medida liminar foi uma grande irresponsabilidade. O grande causador do mal maior foi o ex-prefeito Newton Lima, do PT”, ataca ele.

 

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 172