Confirmados 10 casos de sarampo em São Carlos

3 novos casos foram confirmados por exames laboratoriais e 6 por critério clínico epidemiológico

Publicado em 04/09/2019 20:41:42

Confirmados 10 casos de sarampo em São Carlos

 

A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirmou nesta quarta-feira (4/9) que recebeu novos resultados do Instituto Adolfo Lutz e foram confirmados 3 casos positivos de Sarampo por meio de exames laboratoriais. Outros 6 casos foram confirmados por meio de critério clínico de vínculo epidemiológico, ou seja, não foram realizados exames, somente achados clínicos compatíveis com a doença, cujas medidas de controle foram efetuadas. No final de agosto o município já havia confirmado 1 caso.

O quadro de São Carlos neste momento é de 10 casos positivos, sendo 4 por exames laboratoriais e 6 por critério clínico de vínculo epidemiológico; 2 negativados e 22 ainda aguardando resultado.

De acordo com Kátia Spiller, supervisora da Vigilância Epidemiológica a maioria dos casos confirmados são de pessoas entre 20 e 30 anos. “O que percebemos é que todos são jovens que não foram vacinados quando deveriam ter recebido a imunização. Quem tem dúvida se já foi ou não vacinado deve procurar uma unidade de saúde e se vacinar e levar a carteira de vacinação para avaliação”, orienta a supervisora lembrando que em todos os casos foram realizados o bloqueio, ou seja, foram vacinadas todas as pessoas que tiveram contato com suspeitos.

Spiller lembra que adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter pelo menos duas doces da vacina contra o sarampo. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter pelo menos uma dose. Somente não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.

Desde o dia 22 de agosto, por determinação do Ministério da Saúde, São Carlos também está aplicando a chamada dose zero contra o sarampo, indicada para crianças a partir de 6 meses a menores de 1 ano (11 meses e 29 dias). Até o momento 620 doses já foram aplicadas nesta faixa etária. Outras 4.200 doses foram aplicadas na rotina (12 meses a 59 anos) e em ações de bloqueio de contatos de casos suspeitos. A Vigilância tem em estoque hoje 3 mil doses da vacina tríplice viral que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, porém vem recebendo novas remessas semanalmente.

A aplicação da chamada “dose zero” visa proteger as crianças e não será contabilizada no calendário nacional de vacinação da criança, ou seja, os pais ou responsáveis também deverão levar as crianças aos postos para receber a tríplice viral aos 12 meses e também aos 15 meses para aplicação do reforço.

 

Atualização – O Ministério da Saúde atualizou nesta quarta-feira (4/9) os números de casos de sarampo em todo o país. Foram registrados no Brasil, nos últimos 90 dias, 2.753 casos confirmados de sarampo em 13 estados. O aumento de 18% em relação ao último boletim divulgado (28/08) se deve a confirmação clínica de casos que estavam em investigação anteriormente. De acordo com o novo boletim epidemiológico da doença, entre 09 de junho a 31 de agosto de 2019, o Brasil notificou 20.292 casos, sendo 15.430 em investigação e 2.109 descartados. O levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde, apontou também quatro óbitos em decorrência da doença: três mortes no estado de São Paulo (duas crianças e 1 adulto); e uma no estado de Pernambuco (uma criança). Em nenhum dos quatro casos foi comprovada a imunização contra o sarampo.

Os casos confirmados estão concentrados em 13 estados, sendo a maioria, 98,37% no estado de São Paulo (2.708), seguido do Rio Janeiro (15), Pernambuco (12), Distrito Federal (3), Goiás (1), Paraná (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Bahia (1), Sergipe (1), Santa Catarina (7) e Piauí (1). Os casos estão distribuídos em 120 municípios.

O Ministério da Saúde já destinou, 1,6 milhão de doses extras da vacina tríplice viral a todos os estados, para garantir a dose extra contra o sarampo em todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias. Só para os 13 estados que estão em situação de surto ativo de sarampo, vão ser destinadas, 960.907 mil doses. Desse total, 56% já foi enviado para o estado de São Paulo, que concentra 99% dos casos. 

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 165