Concurso literário estudantil Dra. Lilian Ramos é aprovado pela Câmara de Porto Ferreira

Proveniente de anteprojeto de lei do vereador Alan João, projeto foi aprovado na última sessão

Publicado em 08/07/2019 12:33:11

Concurso literário estudantil Dra. Lilian Ramos é aprovado pela Câmara de Porto Ferreira
Vereador Alan João apresenta o projeto de lei originário de seu anteprojeto - DIVULGAÇÃO

O Projeto de Lei nº 20/2019 que institui, no município de Porto Ferreira, o concurso literário estudantil “Dra. Lilian Apparecida Máscia Braga Ramos” foi aprovado, em segunda discussão, na sessão de segunda-feira (01/07). O projeto foi sugerido, por meio do Anteprojeto de Lei nº 05/2019, pelo vereador Alan João (PSB).

O parlamentar falou sobre o projeto na sessão anterior, quando foi votado em primeira discussão. “O concurso poderá, em breve, beneficiar grande parcela de estudantes em nosso município, incluindo estudantes da rede pública e privada de ensino aqui de Porto Ferreira”, declarou.

O concurso possibilitará aos estudantes apresentarem os seus trabalhos literários em diversos formatos.  “Os trabalhos serão avaliados e, posteriormente, serão transformados em livro editado e divulgado a todo o município. Serão 10 obras selecionadas e colocadas no livro que será oficialmente publicado pela Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Educação”, explicou Alan João.

Para o vereador, esse projeto além de ser importante para a área educacional, também tem sua relevância por homenagear a Dra. Lilian. “Nós, enquanto poder público, iremos chancelar uma importante homenagem a uma pessoa que tanto contribuiu com a cidade de Porto Ferreira.”

 

Dra. Lilian Apparecida Máscia Braga Ramos

Lilian Apparecida Máscia Braga Ramos nasceu em 6 de maio de 1931, em Porto Ferreira, e faleceu em 28 de abril de 2010 também na cidade. Casou-se com Luiz Ramos Sobrinho em 1953 e foi mãe de quatro filhos: Rachel (já falecida), Luís Augusto, Patrícia e Roberta.

Cursou contabilidade no Instituto de Educação de Pirassununga e trabalhou como contadora na Prefeitura Municipal de Porto Ferreira. Posteriormente, ingressou no curso de direito da PUC-Campinas, tendo se formado no ano de 1962 e passando a ocupar o cargo de procuradora municipal de Porto Ferreira, após se inscrever na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Além de trabalhar como procuradora, Dra. Lilian teve um escritório particular, onde realizava atendimentos em sua residência e priorizava a população ferreirense mais carente, sem cobrar honorários advocatícios. A população lhe conferiu o título de “advogada dos pobres”.

Dra. Lilian também foi responsável pela abertura da subseção da OAB em Porto Ferreira, sendo eleita a sua primeira presidente. Além disso, trabalhou para a criação do Solar dos Jovens de Ontem, ocupando o cargo de segunda secretária.

“Olha que relevância e que importância que essa advogada mulher teve para o desenvolvimento da sociedade ferreirense. Outro ponto muito importante, destacados pelos netos da Dra. Lilian quando eu fiz as pesquisas, é o título que ela tinha: ‘advogada dos pobres’”, ressaltou Alan João.

Além de auxiliar a população mais carente, Dra. Lilian também deixou a sua contribuição para as mulheres. “Ela foi muito importante na luta das mulheres que sofriam violência doméstica. Naquela época não existia legislação para isso, para defender as mulheres. Ela teve uma importante participação na sociedade ferreirense e sobretudo no que se refere a direitos, sejam eles nos direitos das mulheres e de outras minorias aqui do nosso país”, concluiu o vereador.

 

Sobre o projeto

O concurso literário reunirá estudantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio dos estabelecimentos da rede pública e privada de ensino do município. Os estudantes produzirão textos literários nas mais diversas categorias, entre elas crônica, poesia, etc.

Uma comissão julgadora selecionará 10 produções literárias em cada categoria, cujos autores receberão diploma de honra ao mérito. Esses textos também poderão fazer parte de um livro a ser publicado para divulgar tanto o trabalho dos estudantes quanto o próprio concurso.

“É um projeto muito relevante, seja na área educacional, seja para homenagear oficialmente uma pessoa que tanto contribuiu com o município de Porto Ferreira. Eu peço a atenção dos colegas vereadores para a aprovação desse projeto. Já de antemão quero agradecer e parabenizar os filhos, os netos que ficaram muito contentes quando a gente apresentou o anteprojeto e depois com a notícia que veio em formato de projeto. A família merece essa grande homenagem que será feita para a Dra. Lilian”, finalizou Alan João.

O projeto segue agora para a sanção ou veto do prefeito Rômulo Rippa.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira.

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 161