Cetesb autoriza construção de acesso ao Quinta dos Buritis

De acordo com Roselei, essa obra é fundamental não só para atender os moradores do Buritis, mas, no futuro, atender um novo loteamento que será construído ao lado.

Publicado em 17/11/2019 15:19:21

Cetesb autoriza construção de acesso ao Quinta dos Buritis
Uma das reuniões que tratou sobre o assunto ´DIVULGAÇÃO

Os moradores da Quinta dos Buritis, localizado no quilômetro 243,5 da rodovia Thales de Lorena Peixoto, que liga São Carlos a Ribeirão Preto, conquistaram mais uma etapa para a construção do acesso ao residencial. Depois de meses de demora, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) concedeu a licença para a obra.

Na tarde de quarta-feira (14), depois que a Cetesb autorizou a obra, o vereador Roselei Françoso (Rede), que lidera as negociações, agendou uma reunião no Paço Municipal com os secretários João Muller (Habitação), Reginaldo Peronti (Obras), Mariel Olmo (Serviços Públicos), José Tundisi (Meio Ambiente) e com o procurador geral, Valdemar Zanette. Pela Associação do bairro, representando a presidente Ilda Lobo da Silva, estiveram os moradores Edson de Moraes e Mário Luiz Micheloni. Eles também se reuniram com o prefeito Airton Garcia, que concordou com as decisões dos secretários.

“Finalmente conseguimos a licença da Cetesb e temos recursos em caixa para a obra fruto das desapropriações que a Prefeitura fez”, comemorou Roselei. “Agora, os secretários Muller e Peronti farão uma vistoria no local na próxima semana enquanto já buscamos um projeto executivo”, explicou.

De acordo com Roselei, essa obra é fundamental não só para atender os moradores do Buritis, mas, no futuro, atender um novo loteamento que será construído ao lado. “Nós já sabemos que depois do Buritis teremos um grande loteamento que deve reunir milhares de pessoas, portanto, já estamos preparando o acesso para o futuro”, salientou. “O atual acesso ao Buritis é muito perigoso porque corta a rodovia sem nenhuma segurança”, comentou o morador Micholoni. “O risco de acidentes é altíssimo naquele local”, observou Moraes, outro morador do local. “Vamos trabalhar para agilizar essa obra porque ela é fundamental”, disse o secretário de Habitação, João Muller.

Em junho, o vereador Roselei promoveu uma audiência pública na Câmara que reuniu pelo menos 100 moradores do bairro, além de autoridades do Executivo e Judiciário. (Assista: http://bit.ly/2Lizpxw). No entanto, o assunto se arrasta há anos e, desde março quando houve uma audiência de conciliação junto à Vara da Fazenda Pública, Ministério Público, Arteris e Autovias, o assunto estava travado sem uma solução.

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 172