Auxiliar administrativo da Câmara Municipal de Porto Ferreira ganha salário de R$ 20 mil

Poder Legislativo de Porto foi transformado em paraíso de marajás e nababos com altíssimos salários

Publicado em 11/11/2020 06:52:03

 Auxiliar administrativo da Câmara Municipal de Porto Ferreira ganha salário de R$ 20 mil

Marco Rogério

Enquanto, segundo dados da Fundação SEADE, o salário médio pago em Porto Ferreira é de apenas 2,2 salários mínimos (R$ 2.200,00). apenas  nove funcionários da Câmara Municipal de Porto Ferreira ganham, só de salários, o montante de R$ 81.503,55 (média de R$ 9 mil para cada servidor) só de salários brutos mensalmente, mostrando que seu presidente, o intrépido José Gustavo Braga Colucci (PTB) continua fazendo cortesia com chapéu alheio, ou seja, pagando salários absurdos com o dinheiro do povo. As informações foram obtidas no portal da transparência da Câmara Municipal. 

Os salários pagos pela casa de lei de Porto Ferreira são bem mais altos que a média da região de São Carlos, que é de de R$ 2.910,04 e superam também os R$ 3.287,60, que é a média salarial paga no Estado de São Paulo.

Isso quer dizer que apenas estes nove funcionários de carreira ganham quase 80 salários mínimos e que, também, recebem o mesmo que cerca de 70 servidores municipais da Prefeitura de Porto Ferreira.

O auxiliar de serviços gerais Daniel Momesso recebe gordo salário de R$ 19,632,78. Apesar de ter vinte e cinco anos de casa, talvez seja o auxiliar de serviços gerais mais bem pago do planeta.  Depois disso vem o contador José Gomes da Silva Filho, que recebe salários de R$ 12.756,97. Ele tem dez anos de casa e não receberia isso na iniciativa privada de forma alguma. A “medalha de bronze”, ou seja o terceiro maior salário da Câmara de Porto é de R$ 11.484,28 e fica para Paulo Ricardo Mutinelli.

O solerte diretor geral do Poder Legislativo, Ivo Hissnauer, recebe a bagatela de R$ 8.767,79. Depois devem vem a procuradora geral da Casa, Daniele Maekawa Silva recebendo nada menos do que R$ 8.675,20. A assessora de imprensa Daniela Oliveira Brisola embolsa todo mês nada menos do que R$ 7.517,59, salário que jamais ganharia num órgão de imprensa de São Carlos ou da região.

A assistente contábil Suelen Milena Gufinet recebe um salário de R$ 5.679,60. Ela não receberia isso de forma alguma em qualquer escritório contábil do município. Os menores salários são de assistente administrativo. Com um ano de casa, Grabriela Arnoni Elizeu recebe R$ 3.579,87. Lucas José Cremonese Marisi, também com um ano de casa, tem salário de R$ 3.469,87.  

 

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 186