Assuntos da Câmara de Porto Ferreira rondam palavra livre final

Vereador Gustavo Braga, presidente da Câmara, falou de reuniões, projetos, entre outros assuntos

Publicado em 11/11/2019 10:02:05

Assuntos da Câmara de Porto Ferreira rondam palavra livre final
Na 40ª Sessão Ordinária, Gustavo Braga fala na palavra livre final

O presidente da Câmara, vereador Gustavo Braga (PTB), aproveitou a palavra livre final para falar sobre assuntos ligados à Câmara Municipal de Porto Ferreira na sessão de segunda-feira (04/11). Ele iniciou agradecendo aos vereadores que permaneceram até o final da sessão: Cabo Eduardo (PP), Sérgio de Oliveira (DEM), Francisco Pereira (MDB), Renato Rosa (PRP) e Ismael da Silva (DEM).

Também agradeceu aos vereadores que o elogiaram pela condução das reuniões realizadas antes do início da sessão. “Vereador Francisco, Cabo Eduardo, Sérgio que falaram da condução na reunião, obrigado. A nossa frase na reunião foi a seguinte: faz uma reunião para executar e não uma reunião para fazer outra”, ressaltou.

Gustavo Braga parabenizou os vereadores por entenderem a necessidade de realizar as reuniões e da divisão das emendas parlamentares. “Parabéns para vocês que deixaram o ego de lado para fazer uma ação em conjunto tanto na reunião com Solar como na da APAE”, completando sobre o consenso que os vereadores entraram para contemplar a todos.

“Olha que bacana tanto na do Solar, como na da APAE e agora com o pessoal do Hospital Dona Balbina, com o Anselmo Thomaz Pereira (gerente administrativo financeiro) e Gilson Fantinato (provedor), reunião depois que com o Paulo Henrique Ribeiro da Silva, coordenador da Saúde Bocal no município, que é um excelente profissional e uma excelente pessoa, e finalizando uma reunião com o comandante da Guarda Municipal, Adilson Santos, e com o coronel Márcio Simplício em que pediram um pouquinho do valor de cada vereador para trocar o armamento da Guarda”, detalhou Gustavo Braga.

Essas cinco reuniões foram realizadas para definições das emendas dos vereadores. “Eu agradeço aos senhores vereadores pela compreensão e é um pouquinho, mas vai dar para atender a todos porque nós estamos fazendo para atender a nossa população ou para ser bem atendido no Centro Odontológico ou para ser bem equipado com a Guarda Municipal”, afirmou o presidente.

Outro ponto abordado na palavra livre foi um agradecimento ao Jornal do Porto pelas publicações sobre a Câmara Municipal. “Agradecer o jornal pela página inteira com as notícias da Câmara. O vereador Ismael da Silva saiu com uma bela de uma matéria falando de ônibus escolares e o vereador Renato Rosa com uma emenda parlamentar de 100 mil para aquisição de fórmulas para dietas especiais, saiu aqui junto com o prefeito e com o Saldanha”, parabenizou.

O Jornal do Porto também falou sobre a devolução dos R$ 200 mil à Prefeitura. “O jornal questionou de o porquê devolvermos o dinheiro ao invés de ter encaminhado para uma outra ação mostrando o bom uso do dinheiro público, mas a Prefeitura também está precisando e será bem aplicado esse recurso”, garantiu Gustavo Braga.

Foi levantada uma sugestão do vereador Alessandro Bertazi (PSDB), com consentimento de todos os vereadores, para que uma parte do dinheiro devolvido fosse destinado ao Solar. “Isso sim, nós combinamos com o prefeito de tentar devolver e ele de tentar ver se ia dar certo. Não tivemos resposta ainda porque hoje entrou o Ofício nº 754/2019 em resposta ao requerimento que solicitava uma reunião com o Executivo com urgência para tratar sobre o Solar dos Jovens de Ontem”, pontuou. O prefeito Rômulo Rippa se colocou à disposição para se encontrar com os vereadores.

A respeito do requerimento do vereador Cabo Eduardo sobre os procuradores municipais, Gustavo Braga disse que não concorda com a cobrança. “Estamos esperando as respostas porque essa Câmara não concorda e nós não concordamos com a cobrança dos procuradores. Existe anistia, eles estão certos, mas nós estamos certo. A minha preocupação era se nós não estaríamos infringindo algo maior, uma lei maior e estamos analisando. Nós não estamos aqui para defender procurador nenhum, nós estamos aqui para defender o povo”, salientou.

Outro assunto que o presidente da Câmara comentou em sua palavra livre foi sobre o projeto aprovado que altera a Zona Azul. “Nós estamos esclarecendo a população que começamos a tentar arrumar para o caminho certo porque se a pessoa passar um minuto ela era multada, agora já começa a ter a opção. Faltam os dez minutos de tolerância, nós vamos brigar”, finalizou Gustavo Braga.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 172