Airton Garcia tenta prorrogar “validade” de “Geração Diretas-Já”

Ciclo político das lideranças de São Carlos que se formou nos anos 1980 pode permanecer mais quatro anos vivo se atual prefeito conseguir reeleição

Publicado em 05/07/2020 17:09:06

Airton Garcia tenta prorrogar “validade” de “Geração Diretas-Já”

Marco Rogério

São 37 anos e sete prefeitos. De 1983 a 2020, São Carlos foi administrada pela chamada “Geração Diretas-Já”, que se formou relacionada ou no combate à Ditadura Militar, geriu o município no final do Século XX e nas duas primeiras décadas do Século XXI. Dos jornais de linotipo à mídia digital, dos velhos telefones fixos aos smartphones, quase tudo mudou de lá para cá.

Em 1982 se elegia prefeito o engenheiro formado pela USP, João Otávio Dagnone de Melo. Ele ficou no poder até 1988. Ele foi sucedido pelo populista Vadinho de Guzzi, numa época em que não existia reeleição. Amigo do então presidente Fernando Collor de Mello, Vadinho tocou muitas obras, principalmente na área de habitação popular.

Outro populista, Rubens Massúcio Rubinho chegou à Prefeitura em 1993. Naquela eleição, Melo tentava voltar ao poder e pela primeira vez figurava como candidato o empresário Paulo Altomani, colega de Melo na USP e seu ferrenho adversário durante muito tempo.

Rubinho começou como o prefeito mais popular do Brasil e terminou com uma gestão cercada de denúncias e escândalos. A melhor notícia de seu governo foi a implantação da fábrica de motores da Volkswagen, que iria mudar o operariado e o sindicalismo de São Carlos anos mais tarde.

Melo voltou ao poder em 1997. Seu vice era Airton Garcia num governo de coalizão. Primeiro a poder se reeleger. Tocador de obras, Melo asfalta todas as ruas do Cidade Aracy que não tinham a pavimentação. Ele também inaugura o Shopping Center Iguatemi em 1997 e também a nova unidade do SESC no mesmo ano. Seu governo tinha grande aprovação popular. Porém, numa campanha acirrada, o então desconhecido candidato do PT, Newton Lima chegou ao poder. A maré soprou a favor de Newton e de São Carlos a partir de 2003. Foi quando o metalúrgico Luís Inácio Lula da Silva assumiu a presidência da República. Newton se reelegeu em 2008 e emplacou a vitória de Oswaldo Barba em 2012.

Durante os governos de ambos, três grandes conquistas: a estação e tratamento de esgoto, o hospital universitário e o curso de Medicina marcaram a cidade para sempre. Além disso, durante os 12 anos de gestões petistas forma construídas mais de 4.000 casas populares.

A Era Petista parece ter se esgotado em São Carlos no ano de 20016. Enfim, Paulo Altomani, que concorria à sua sétima eleição, venceu a parada com 60% dos votos. Seu governo porém foi marcado por muitas polêmicas, processos judiciais e até o famoso caso do cofre, onde o servidor municipal Sérgio Monsignati confessou que descontava cheques de terceiros com recursos do cofre da Secretaria de Fazenda. No final, Altomani quase foi cassado pela Câmara dos Vereadores e terminou seu governo com enorme rejeição. Candidato à reeleição amargou um quarto lugar. Além disso, ele emagreceu cerca de 50.000 votos em quatro anos.

Outra figura que há muito tempo buscava o poder era justamente o empresário Airton Garcia. Em 2016 ele, finalmente, conseguiu formar um grupo político coeso e venceu até com uma certa facilidade o pleito. Seu governo também foi marcado por muitas polêmicas. As grandes obras ficaram para o fim com os programas de recapeamento asfáltico.

A nova lista de candidatos – Deonir Tóffolo, Leandro Guerreiro, Erik Silva, Júlio César, Chico Loco, Neto Donatto só tem mesmo Airton Garcia como velho cacique. Isso mostra que enquanto uma geração se despede uma outra está pedindo passagem. Sinal dos tempos...

 

 

 

Foto: Airton Garcia: ele tenta manter viva a velha guarda da política são-carlense

Foto: Barba e Newton: 12 anos de gestões petistas

Foto: Melo: ele administrou a cidade durante 10 anos em dois mandatos 

Foto: Neto Donatto: nome novo na política, lidera a nova geração

Foto: Leandro Guerreiro: estilo polêmico

Foto: Erick Silva: tentando fazer o PT voltar ao poder

Fotos: Divulgação

Fotos

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 182