Ex-policial que atirou duas vezes em mototaxista é julgado em Porto Ferreira

Crime aconteceu em junho do ano passado após um desentendimento, segundo a Polícia Civil.

Publicado em 11/04/2018 12:58:05 | Por: G1 São Carlos e Araraquara

Ex-policial que atirou duas vezes em mototaxista é julgado em Porto Ferreira
Adriano Domiciniano ficou com a visão comprometida (Foto: Arquivo pessoal)
 
 
Ex-policial que atirou em mototaxista é julgado em Porto Ferreira, SP

Ex-policial que atirou em mototaxista é julgado em Porto Ferreira, SP

O ex-policial militar acusado de tentativa de homicídio em Porto Ferreira (SP) no ano passado é julgado nesta quarta-feira (11) no fórum da cidade.

José Carlos Neto de Almeida, que na época era dono de uma lanchonete, atirou duas vezes contra o rosto do mototaxista Adriano Domiciniano, de 36 anos. O motivo do crime seria um desentendimento anterior, informou a Polícia Civil.

A tentativa de homicídio aconteceu na noite de 14 de junho, por volta das 22h40, na Rua Daniel de Oliveira Carvalho, no Centro. Uma câmera de segurança flagrou a ação.

Na ocasião, a vítima foi socorrida por populares até o pronto-socorro, passou por cirurgia. Ele ficou cego de um olho.

 
Adriano Domiciniano ficou com a visão comprometida (Foto: Arquivo pessoal)

Adriano Domiciniano ficou com a visão comprometida (Foto: Arquivo pessoal)

Uma semana depois o autor dos disparos se apresentou na Delegacia de Investigações Gerais de São Carlos (SP), após a Justiça conceder um pedido de prisão temporária, e foi recolhido ao Centro de Triagem.

Desde então o ex-policial cumpria prisão preventiva no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, em São Paulo.

EPTV, afiliada da TV Globo, e o G1 não conseguiram contato com os advogados de defesa até esta publicação desta reportagem.

 
Ex-policial é julgado no Fórum de Porto Ferreira (Foto: VC no G1)

Ex-policial é julgado no Fórum de Porto Ferreira (Foto: VC no G1)

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 134