Morre Zé do Caixão, cineasta de 83 anos

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o cineasta havia contraído uma broncopneumonia e estava internado no Hospital Sancta Maggiore, também em São Paulo

Publicado em 19/02/2020 18:42:12 | Por: METRO JORNAL

Morre Zé do Caixão, cineasta de 83 anos

 

O ator e diretor José Mojica Marins, de 83 anos, faleceu nesta quarta-feira (19) na cidade de São Paulo. Marins era mais conhecido por seu personagem "Zé do Caixão", um macabro coveiro de visual excêntrico e voz empostada.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o cineasta havia contraído uma broncopneumonia e estava internado no Hospital Sancta Maggiore, também em São Paulo. A morte foi confirmada à Folha pela filha, a também diretora de cinema Liz Marins.

 
 
Liz Marins e o pai, José Mojica Marins, o "Zé do Caixão"Liz Marins e o pai, José Mojica Marins, o "Zé do Caixão", em março de 2019 / Reprodução/Instagram

LEIA MAIS:
Silvia Abravanel critica equipe ao vivo: ‘ficaram que nem idiotas?’
Nova edição de ‘O Nome da Rosa’ trará ilustrações autorais de Umberto Eco

Além do "Caixão"
Além de tornar-se um ícone da cultura popular no Brasil, protagonizando diversos longas e programas de TV, Mojica foi uma das grandes influências do movimento Cinema Marginal, uma das vertentes mais marcantes do audiovisual brasileiro.

Foi um pesadelo de Mojica que o inspirou a criar a figura do coveiro sádico e extravagante pela qual ficaria famoso. O personagem apareceu pela primeira vez no clássico de 1964, "À Meia-Noite Levarei sua Alma".

Cena de À Meia-Noite Levarei sua Alma (1964), Zé do Caixão, José Mojica MarinsCena de À Meia-Noite Levarei sua Alma (1964) / Reprodução

Por seu trabalho no gênero, Marins é comumente chamado "pai" ou "mestre" do terror brasileiro. O diretor já trabalhou em mais de uma centena de produções, porém esteve fora da ativa nos últimos anos devido a problemas de saúde.

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 174