BRK Ambiental retoma programa sociais em Porto Ferreira com expectativa da participação de 700 alunos

Escolas estaduais, particulares, técnicas e faculdades que tenham interesse nos projetos também podem solicitar participação.

Publicado em 17/02/2018 06:32:26

BRK Ambiental retoma programa sociais em Porto Ferreira com expectativa da participação de 700 alunos


A BRK Ambiental, empresa responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira, com o apoio do Departamento de Educação do município, reinicia em março dois programas promovidos anualmente pela concessionária:  o "ETA Portas Abertas" que promove a visita de estudantes às instalações da concessionária, onde é explicado todo o processo de tratamento e distribuição da água, e o "ETE Na Escola" que consiste em levar palestras sobre tratamento de esgoto, àqueles alunos que participaram da visita à empresa. O objetivo é disseminar informações sobre a coleta e o tratamento de esgoto da cidade. Os programas fazem parte do cronograma de ações do Projeto Técnico Social (PTS) financiado pela Caixa Econômica Federal.

 Os programas são desenvolvidos  para alunos do 5º ano das escolas municipais e já contaram com a participação de 3.300 estudantes.  Em 2018 ,a expectativa é que cerca de 700 alunos participem das ações.

 No "ETA Portas Abertas", durante uma hora, os visitantes aprendem, de maneira didática, todas as etapas para a produção da água que é distribuída na cidade: desde a captação, o tratamento, a reservação até chegar as casas, comércios e indústrias. É explicado aos estudantes como a água do rio Mogi Guaçu chega a estação, quais produtos químicos são aplicados para o correto tratamento, quais são os processos necessários para que a água atenda aos padrões de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde, e como a água tratada é armazenada para distribuição. Posteriormente, os alunos podem caminhar entre os tanques de tratamento da água, visualizando de perto tudo aquilo que aprenderam, desde a chegada da água em estado bruto do rio até a sua saída, estando já cristalina e principalmente potável.

 No programa "ETE Na Escola" os alunos recebem informações de todo o processo de coleta e tratamento de esgoto da cidade, enfatizando também sobre os riscos do uso incorreto da rede de esgoto causado pelo lançamento da água da chuva na rede e o descarte de lixo, que causam transtornos a toda a população do munícipio, que tem seus imóveis interligados à rede.

 

Escolas estaduais, particulares, técnicas e faculdades que tenham interesse nos projetos também podem solicitar participação.

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 132