Tecumseh demite 130 em São Carlos e sindicato crítica falta de diálogo

Metalúrgica teria alegado crise financeira, segundo o sindicato e teria montando aparato no Hotel Nacional In para agilizar os cortes

Publicado em 28/02/2019 09:23:20

Tecumseh demite 130 em São Carlos e sindicato crítica falta de diálogo
Linha de produção da Tecumseh - DIVULGAÇÃO

MARCO ROGÉRIO 

A empresa Tecumseh do Brasil voltou a demitir em massa em São Carlos. De acordo com o  vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos (SP), Vanderlei Aparecido Strano, confirmou que houve de ontem, 27, para hoje, 28 de fevereiro, a demissão de cerca de 130 trabalhadores. Ele teme que este número cresça ainda hoje. Em outubro do ano passado, a empresa demitiu 60 operários e colocou outros 800 em férias coletivas.  

Segundo Strano, a empresa não comunicou o sindicato sobre as demissões e reclamou da falta de diálogo por falta da direção da companhia. Ele disse, ao JORNAL DA INTERSOM DEBATES, nesta manhã, que tenta desde às 5h, falar com o diretor de Recursos Humanos da empresa, Antonio Sasso Garcia Filho sem sucesso.

De acordo com Strano, a Tecumseh teria montado um aparato no Hotel Nacional In para promover exames médicos e toda a parte burocrática para efetivar as rescisões contratuais. Strano disse que tentou entrar no hotel, mas teria sido barrado.

O sindicato também informou que não pode fazer muita coisa na parte jurídica, mas vai partirp para a ação política. “É estranho porque até semana passada estávamos, nós do sindicato, brigando com o trabalhador, porque estavam fazendo muitas horas extras. Agora vem a empresa e pega todo mundo de surpresa com estas demissões. As mudanças na legislação trabalhista, a chamada reforma trabalhista, que na verdade é uma deforma trabalhista, deu muita força aos patrões”, reclama ele.

 

Comentários

Últimas notícias

Página 1 de 157